quarta-feira, 21 de março de 2007

Homem de família

E que família esta...
O Águia começou a sua sessão com uma breve descrição das personagens existentes nesta fantástica série, vamos descobrindo que todas elas têm algo que os parece fazer sair de uma casa normal americana, mas através das sua reacções e personalidades apercebemo-nos do carácter satírico existente em todas elas.

É claro que não vou descrever todas as personagens, pois como o próprio Águia referiu “ Para as conhecer bem, é necessário vê-los”. Mas vou dizer quem é o meu personagem preferido, o Stewie Griffin, que tem um só objectivo: "Domínio Total do Mundo". Prometera a si mesmo, ainda dentro do ventre da mãe que quando saísse daquela prisão venceria a tirania matriarcal de Lois, pois ela é o único obstáculo para atingir o seu objectivo. Stewie fala com uma forte pronúncia inglesa e tendo dado o nome de Bastilha ao ventre de sua mãe, que mostra uma grande ligação à Europa. Stewie faz-se acompanhar desde sempre do seu urso e fiel amigo Rupert, que faz lembrar um pouco de Calvin & Hobbes.

Depois de uma breve apresentação, passou-se à acção, ou seja estivemos a ver alguns episódios, que sinceramente nunca eram suficientes. Havia sempre uma vontade de ficar a ver mais um pouco, e mais um pouco.

A série foi criada por Seth MacFarlane, em 1999, para a FOX, e caracteriza-se por flashbacks que surgem durante os momentos mais caricatos e mais inesperados, cheia de humor satírico e que muitas vezes toca no absurdo, mas sem perder a essência de uma família simples com "problemas".

Family Guy está cheio de influencias da Broadway e séries televisivas dos anos 70. Todas as personagens conseguem iniciar uma verdadeira ode aos musicais, sendo Brian, o cão falante, aquele que mostra ter mais jeito para a voz.

Muitos parabéns ao Águia por nos trazer esta família a cave do Pinguim, é claro que eles não consumiran nada, mas acho que o Paulo não se importa.

Ta na hora de amarrotar as folhas das notas e finalizar o post, ou daqui a nada parece um testamento.

Para finalizar só me resta dizer que em vez de estarem a ler isto, deviam estar a ver Family Guy :P

8 comentários:

rodrigues76 disse...

É o que vou fazer qdo chegar a casa... Depois de roubar os dvds ao Águia...
O Gemma portou-se bem ;)
O Águia pelos vistos tb, as minhas desculpas por não ter estado na sessão, o pinguim tem destas coisas...

GRaNel disse...

Em resumo, duas grandes estreias: O Águia a conduzir uma sessõa e o Zé Tó nos posts.

Devo só acrescentar que tambem eu sou um apaixonado pelo Family Guy. Muito pelo seu caracter disfuncional e pela constante incorreção politica e moral.

GRaNel disse...

Só mais uma coisa: a primeira e segunda séries do Family Guy já se encontram à venda. Eu já tenho a primeira. lol

jorge c. disse...

Subscrevo o que disse o Granel e acrescento a coincidência de serem 2 apaixonados pela animação, embora o ZéTó mais pela nipónica.

Os meus mais sinceros parabéns aos dois. Eu se fosse ao Águia não emprestava nada ao Tó, ele que compre e que tivesse ido à sessão. E mais nada!

hörster disse...

Parabéns pela apresentação de uma série que eu totalmente desconhecia! Além da riqueza das personagens achei o desenho em si também muito atraente. Talvez tivesse percebido mais piadas se a família estivesse legendada, é que, no avançado da noite, a luz do cérebro começa a apagar-se... Mas ainda assim houve perspicácia suficiente para umas belas dumas gargalhadas! Valeu a pena.
E os parabéns ao Zé Tó, também pela brevidade com que "postou".

Aguia disse...

Bem. para bens Zé Tó pelo post, gostei :), ms não esperava menos de ti, afinal és outro fã.

Espero que aqueles que já conheciam a serie, tenham ficado um pouco ( ou pouquinho ) a conhecer melhor esta familia louca, e os que não a conhecem possam brevemente tornar-se fãs desta lufada de ar fresco no humor televisivo.

obrigado a todos, beijos e abraços

Ps: jorge tás com ciumes, tambem queres os dvd´s? heheh

Joao disse...

esses griffins bem me tem safado de noites a pensar na morte da bezerra.pedi a um colega meu que me gravou as tres series todinhas para regalo da tropa.tb gosto do stewie mas com o passar do tempo apercebi-me que o peter e mais imprevisivel no seu absurdo.

com licenca....

Marta Araújo disse...

Confesso que desconhecia a existência desta fantástica família, destacando desde já que é uma grande falha da minha parte mas whatever...agora a falha já está colmatada. Obrigada ao Águia pela sessão e pelo facto de me teres apresentado estes seres tão interessantes e bem dispostos. Fiquei fã. Grande estreia ;)

E quem teve também uma estreia em grande foi o Zé Tó a postar. Muito bem senhor deputado!