terça-feira, 10 de abril de 2007

Mil novecentos e oitenta e quatro, de George Orwell

Nota: Já que este texto poderia ser classificado tanto como “paixão” como “farpa”, peço desculpa se alguém ficar confuso com a minha opção de partilha de paixão envenenada...

Diz a contracapa do livro:
“Comparadas com as actuais, todas as tiranias do passado foram tímidas e ineficazes.
(...)
Pelos padrões actuais, até a Igreja Católica da Idade Média foi tolerante. Explica-se isto em parte pelo facto de no passado nenhum governo ter capacidade para manter os cidadãos sob vigilância constante.
(...)
A possibilidade de impor a todos os subditos não só a obdiência absoluta à vontade do Estado, mas também uma absoluta uniformidade de opinião, existe agora pela primeira vez.”

Neste Universo de ficção cientifica (ou não...) George Orwell apresentou ao Mundo o conceito de Big Brother. Onde todos são vigiados em todo o lado. Onde a privacidade não existe, nem a liberdade de agir, opinar ou ser...

Pois... Agora lembram-se da famosa cena do Vasco Santana a pedir “lume” ao candeeiro?
É! Os ingleses já não acham divertido, nem ridículo...
Se os postes em Inglaterra já tinham olhos, agora não só têm ouvidos como têm voz!

A necessidade de controlo da população deste Admiravel Mundo Novo (o Huxley que me perdoe, mais uma vez...), “exigiu” que as já conhecidas câmaras de video-vigilância inglesas passassem a ouvir o que se diz, mas, não só... Vão começar a poder ser emitidos avisos pelos vigilantes, tanto em “directo” como gravados, sendo que estes ultimos usam a voz de crianças... É mais agradavel...

Agora imaginem o candeeiro a responder ao Vasco Santana...

“Eh amigo... Tem lume?”

“Qshhhh... Não... Qshhhh...
Qshhhh... NÃO PODE FUMAR! NÃO PODE FUMAR! NÃO PODE FUMAR! Qshhhh...
Qshhhh... Cidadão... Qshhhh... Vasco Santana... 40 anos de idade... Qshhhh...
Qshhhh... Identificado... Qshhhh... Infracção nº 47869/07 prestes a ser cometida em público... Qshhhh... Envio imediato de Força de Intervenção e Re-Educação Cívica! Qshhhh...

PS – Se se quiserem rir mesmo, imaginem que a voz que sai do altifalante é dum GNR com sotaque de Viseu...

PS2 - Para saber mais no JN

6 comentários:

filinto disse...

ehehe, é fantástico.

Deviam por um poste no (vejam lá as bocas) gabinete do Blair junto à smoking gun do Iraque com a gravação "É proibído mentir, é proibido enganar". Mas isto é a velha história, ao Blair ninguém vai chatear (como ninguém chateou o Zapatero por fumar no seu gabinete), só aos peões. Como citaste uma vez, de outra forma, nestes comments, é sempre a mesma história:
"ò i o ai, Quando se embebeda o pobre
o i o ai, dizem olha o borrachão
o i o ai, quando se emborracha o rico
acham graça ao figurão "
Ségio GOdinho

GRaNel disse...

1984 é dos livros que mais marcou quando li. A opressão e a constante vigilância sufocam até quem só está a ler o livro. Recomendo vivamente a quem nunca o leu.

Quanto ao resto, nem comento... mas já dizia o Pires, esse cérebro do Pinguim que há nos que vimos a perder liberdades...

jorge c. disse...

Viva a III República!

Marta Araújo disse...

Ora aí está uma paixão que partilho contigo Tó. Lembro-me perfeitamente que o 1984 foi o primeiro livro de leitura obrigatória dos meus tempos de universidade e que, sem qualquer margem para dúvidas, me marcou.

Se pararmos para pensar percebemos que não são só as câmaras de filmar, que existem em cada vez maior número, que nos controlam. São também, e só a título de exemplo, os inúmeros cartões de cliente das mais variadas lojas/super/hipermercados que, em boa verdade, permitem saber os produtos e serviços de que usufruimos, em que ponto de país, com que periodicidade e os valores que gastamos, etc, etc, etc. Querem mais Big Brother do que o actual sistema?

Aguia disse...

bem 1984, acho que este livre deveria ser dado nas aulas de historia, para evitar aquilo que cada vez temos mais, controlo de um grande irmao politico, religioso ou ideologico... nao importa, á que evitar-los.

ja agora... juntamente com este deveria ser dado o Admiravel mundo novo

filinto disse...

ontem à noite reparei que o espaço do clube tem uma câmara. Sabiam?