quarta-feira, 2 de maio de 2007

a janela continua aberta...


Depois da sessão da Ana, S. Pedro decidiu presentear-me com este arco-iris. Fenómeno que sempre associei à alegria... fica aqui então, a minha homenagem à sessão.
Abraços/Beijinhos

7 comentários:

GRaNel disse...

dass... e não é que rimei...

jorge c. disse...

Non te pongas com mierdas que não é por causa destas mariquices que a malta vai deixar de pensar que és uma besta insensível.

Arianrhod disse...

Dizem as lendas que no fim do arco-iris está um valioso pote de ouro de um qualquer duende... Que este mostre o TEU maior tesouro... o teu coração, que (já que ninguém nos ouve LOL) é bem maior do que tu queres fazer parecer! Beijo doce e orgulhoso da tua caminhada!

filinto disse...

"Nature Rulez!"
ehehe

Marta Araújo disse...

Sim senhor...aqui está uma bonita homenagem à sessão da Ana. Ainda bem que o menino Granel olhou para a janela, conseguiu reparar que lá estava um arco-íris e teve um momento de alegria.

Ana aquela história do pote, do duende e do tal tesouro é mesmo verdade? É que se for vou começar a olhar mais atentamente para o céu. Pode ser que o duende se lembra de me dar um presente :)

Arianrhod disse...

Dizem que sim... mas quanto mais te tentas aproximar do final do arco iris, mais ele foge e desaparece. Esse é o mistério... olhar sem tocar, compreender sem racionalizar

Marta Araújo disse...

Pois minha querida...isso é muito bonito...tens é de me explicar como é que eu faço para compreender o que quer se seja sem racionalizar.