sábado, 18 de novembro de 2006

Reflexo(e)s

Na última sessão, o Jorge disse "eu tenho uma farpa boa" e destacou a nomeação de Alice para os Óscares.
Na altura, ficou-me gravado esse pensamento. Por vício contestatário, vou estando atento às "farpas más", e deixando de partilhar tudo de bom que à nossa volta se vai passando. E essa é a verdadeira farpa que não quero deixar passar. Por isso vou tentar partilhar o que me parecer merecer destaque e sugerir que todos os membros façam o mesmo.
Finda a reflexão, fica o reflexo:

Esta semana, foi lançada a biografia "U2 by U2", em versão portuguesa. Até aqui nada de mais, não fosse o facto de o trabalho original ser excelente (quer escrito, quer fotográfico), e a versão portuguesa reproduzir fielmente o original e manter o preço da edição original.

P.S. - Deixei um link no comentário ao post do Vitor que se está a revelar de dificil (para não dizer impossivel) abertura. Para simplificar a tarefe, deixo aqui o link . Sugiro clicar no link e copiar atalho, depois abrir url no media player e colar o link.

9 comentários:

Jorge Carvalho disse...

Não posso dizer nada, dá-te logo para a lamechice! :P
Acho muito bem, vão pensando em coisas positivas. O que não significa que tenhamos de perder esse olhar critico que nos mantem vivos.

Marta Araujo disse...

Apreciar e partilhar aquilo que de bom a vida nos proporciona parece-me uma excelente ideia :) Bora lá falar de "farpas positivas".

O Jorge foi o pai da ideia e o Vieira, e muito bem, seguiu-lhe os passos. Não sejas possessivo general, ok? lol afinal somos uma família que caminhamos, embora nem sempre, mas às vezes, em uníssono e este seguidismo e muito positivo.

Vitor Elyseu disse...

Posso estar a ser infeliz mas também me parece que as ditas "farpas más" fazem parte do pensamento do Vieira porque existem e devemos falar delas e do meu pensamento igualmente porque acredito que nada deve ser guardado em segredo- como dizia um escritor de que não recordo o nome-"no silêncio profundo do coração".

Marta Araujo disse...

Vamos ver se me consigo fazer entender: as "farpas" são uma característica do grupo e na qual cada um de nós pode opinar sobre o assunto. Normalmente são temas/assuntos das actualidade que são comentados de forma crítica (positiva e negativa).
Acontece que até ao momento as "farpas" tinham quase sempre uma conotação negativa. O Jorge, na passada sessão, lançou uma "farpa boa", facto que veio, de alguma forma, fazer com que nasçam mais "farpas" positivas.
Mas é óbvio que "farpas más" fazem parte do nosso dia-a-dia, e devem ser referidas. Só estava a elogiar a ideia de falarmos, também nas "farpas" de coisas positivas ;)

Jorge Carvalho disse...

Lá vou ter de ser eu a pôr ordem na casa senão começa tudo á porrada.
Nem as farpas boas partiram de mim nem nada parecido. E o Vieira só fez o post porque eu na 3ª feira fiz questão de realçar que NORMAlMENTE só falamos de coisas negativas.
Contudo, há um ano que pertenço a este Clube e muitas coisas positivas foram sendo trazidas à colacção.
O que os dois fizémos foi uma pequena ressalva - eu na sessão e o Vieira no blog - só isso!

Jorge Carvalho disse...

Com esta história toda esqueci-me de agradecer ao Rui a gentil lembrança que me deixou.
É mais para vocês que são da geração do JP, por isso são vocês que têm de responder: o que vamos fazer?

Marta Araujo disse...

Desculpem...
É bem verdade que a palavra é de prata mas o silêncio é de ouro.

Jorge Carvalho disse...

Isto deve ter tudo batido com a cabeça em algum lado!
Por que motivo é que esta mocotó está a pedir desculpa??
Está tudo bem sócia. Aqui não está ninguém zangado! Eheheheh!

GRaNel disse...

Tudo vai bem neste jardim à beira mar plantado...