domingo, 1 de julho de 2007

Quanto mais se ouve, mais se gosta!

Os "Têtes Raides" voltaram a pisar o "palco" dos pinguins! Rui Spranger voltou a mostrar a sua paixão por esta banda, mais uma vez delirando nas suas músicas.
Viajando pelo universo peculiar desta banda, fundada por volta de 1984 e cujo primeiro álbum data de 1989, vários álbuns da banda foram passando tanto pelas mãos dos pinguins como pelas colunas da estereofonia (com um enorme desgosto do apresentador por faltar o melhor álbum da banda). Entre uma música e outra, o Rui intervinha com mais factos ou mais histórias (e salientar uma vez mais uma vez o seu desgosto por lhe faltar o melhor albúm da banda..."Le bout du toit".
Ficamos a saber que se apaixonou por esta banda por causa de um amigo; que era deles a música que a sua filhota ouvia ainda no ventre da mãe; que a levou, com cerca de dois anos a ver um concerto deles, porque iam tocar uma das suas músicas preferidas apesar de não ser uma das preferidas do pai, enfim, montes de histórias à volta de uma banda com cerca 23 anos.
No final o Rui decidiu passar uns videos da banda surpreendendo os pinguins com uma linguagem visual invulgar e ao mesmo tempo fantástica, acabando a noite ao som de "Ginette" (que foi a faixa que serviu de elo de ligação para toda a sessão) tocada ao vivo no Teatro "Bouffes du Nord"

5 comentários:

jorge c. disse...

Fiquei bastante surpreendido com a invulgaridade da sonoridade. Não digo que tenha ficado fã, mas fiquei desperto para toda a estética à volta de Tête Raides. Muito bom!
Acima de tudo, obrigado pela partilha de uma paixão que é tão sentida. Aliás o contrário não seria de esperar.

Ao Hugo só tenho a dizer que este post é uma marca bem tua - sintético, directo e representativo.

Parabéns aos dois!

GRaNel disse...

Fiquei rendido. Muito bom som. Excepção feita à sonoridade mais rock, ressalva por ser a primeira vez que ouvia. Como diz o Rui, "Quanto mais ouves mais gostas". Ouvirei certamente mais vezes. Obrigado Rui...

Quanto ao Valter, "roubo" as palvras do Jorge.

Parabéns aos dois.

Aguia disse...

Bem, que se pode dizer sobre esta sessão.. já sei... divinal :)

Clap clap clap clap.... rui, muito bem...

Mas na minha retina está o video final.... da Ginette...

Como posso transmitir o que senti... já sei, sabem quando veem uma pessoa na rua, aquela pessoa que vos tocou bem lá dentro, então tudo pára, só existe duas pessoas no mundo ( no meu caso, eu e esse pessoa). Pronto so assim posso transmitir a sensação de ver a linda, glamorosa e fantastica música, Ginette... viva ao youtube

Marta Araújo disse...

Primeiro estranha-se...depois entranha-se. Literalmente :)

Já conhecia o som, mas confesso que a primeira vez que ouvi estranhei imenso e pus-me aos berros, do tipo: "importas-te de pôr esse ruído mais baixo???". Obrigado Spranger por me teres feito olhar para trás uns aninhos, sorrir, e matar saudades recordando, entre outras coisas, o próprio som que, confesso, me estava um bocado esquecido. Muito bom gosto!

Parabéns também ao Valter pelo post.

filinto disse...

tenho o nome assinalado para quando houver tempo para incursões em casa do meu amigo mulo ou do tu tubas. parabens pelo bom gosto e gracias pela partilha. abraço ao postador.