segunda-feira, 9 de julho de 2007

Em defesa da liberdade

Dois links em defesa da liberdade. Da liberdade de imprensa, e por isso da liberdade. Em causa está o novo Estatuto do Jornalista que põe em causa algumas regras básicas do funcionamento da profissão. O debate, se quiserem, pode ser feito nos comentários.
- Sindicato dos Jornalistas apela à unidade contra o Estatuto do Jornalista
- Movimento Informação é Liberdade, Alerta ao País
(Não sei a razão mas não consegui colocar título, Houston!)

14 comentários:

Marta Araújo disse...

Eu estou como o outro...fui comprar tabaco e volto daqui a 20 anos.

Hugo Valter Moutinho disse...

Eu sou sempre a favor da liberdade tal como vocês sabem e acho aberrante toda esta questão, mas a falta de informação que tenho sobre este aspecto e o facto de ainda não ter criado um juízo de valor sobre isto tudo impede-me de comentar extensamente.

Só posso dizer que estou contigo Fil (contigo e com os jornalistas e o jornalismo e com a liberdade de imprensa e com a liberdade de expressão e com...)

GRaNel disse...

Confesso que li os dois links na diagonal. Mas uma coisa ressalta à vista. O Sindicato dos Jornalistas parece incomodado com o MIL (uso siglas porque o Negrão ainda não lê o nosso blog). E isto é estranho. Um sindicato a promover divisões entre classes? Ou será o contrário. Ou será mais uma jogada magistral do nosso primeiro; - dividir para reinar?

Over and out

Escuto

GRaNel disse...

Quanto ao título, passei pela mesma provação no outro dia. Só consegui quando coloquei o cursor um bocado acima do campo. Não sei se será o caso aqui. Mas fica a sugestão.

filinto disse...

Viva,
coloquei os links para que tentassem (caso quisessem e tivessem tempo) perceber o que está em causa. Eu poderia fazer um post sobre o assunto mas prefiro, para já, dar a palavra a outros mais informados. E eu não vou de férias com a minha casa a arder.

Coloquei os dois links propositadamente para que se percebesse que não há divisões em relação ao essencial, o Estatuto e o entorno que tem vindo a ser criado (e não falo apenas das leis). São duas visões diferentes, mas com muito em comum, apesar da prosápia de uns e o trabalho esforçado (e por isso com um discurso um bocado magoado) de outros.

O sindicato não pretende obviamente dividir nesta matéria, e hoje há sessão de esclarecimento sobre o assunto.

(entretanto, Houston já colocou um título, o que eu colocaria)

filinto disse...

Tu andas com umas horas estranhíssimas. Acabaram os exames ou vais ter exame?

Mosquitto disse...

A mim, ninguém me cala!!!
Acho bem que não tentem calar os outros...
Dá-lhe forte Filinto, sabes que contas comigo.

GRaNel disse...

Verdade que hoje há sessão de esclarecimento. E não há tambem um encontro qualquer promovido pelo MIL? Foi até mais por causa disso que falei em divisões e demasiados galos para um só poleiro. Havendo um sindicato e estando ele a desempenhar bem as suas funções parece-me de elementar justiça que sejam eles a conduzir o processo.

Mas, como disse, não estou a par...

Marta Araújo disse...

Toda a gente diz que o tempo passa muito rápido, certo? Pois bem...eu fui comprar tabaco e já estou de volta.

Que há duas sessões agendadas para hoje há (uma do SJ e outra do MIL). Que há coisas que os une, sim, mas que há mais,na minha opinião, que não as une, há. No meio disto tudo a malta tenta ficar esclarecido. Daí serem, em princípio, sessões de esclarecimento. Não sei para onde vou, mas sei que vou. Ainda tenho uma horas para decidir por há que não stressar. Por mais que me custe, desta vez, não vou ser avestruz e meter a cabeça de baixo da areia.

Aguia disse...

Fil estou contigo... não vamos criar divisões nem amordaçar ninguem. se a verdade é chata para alguns e necessária para outros.

filinto disse...

Não houve duas reuniões, houve apenas uma, a do sindicato, em que estavam presentes subscritores do MIL, eu incluído.

Há opiniões diferentes e há muita gente alheada aos problemas... Dividir para reinar.

Marta Araújo disse...

Esteve, sim senhor, prevista uma reunião do MIL para ontem, e de forma independente da do Sindicato. Depois explico-te Fil.Mas que esteve prevista, esteve. Mas depois acontece o de sempre...bahh...whatever...

Anónimo disse...

É whatever,
mas há big diference entre estar prevista e acontecer.

Marta Araújo disse...

É. Alegadamente há diferenças entre o previsto e o acontecido. Mas whatever :P