domingo, 24 de dezembro de 2006

Feliz Natal!

Notícia de última hora: anda tudo louco! Filas de trânsito intermináveis, centros comerciais a implodir de pessoas, famílias aos berros por causa das prendas que faltam, as mulheres, e os homens, os filhos embirrentos....SOCORRO!

Existem campanhas de todos os tipos em defesa do ambiente....porque nós o destruímos continuamente a cada gesto despreocupado; Manifestações pela Paz Mundial e campanhas de recolha de alimentos, porque natais com mesas repletas de comida e famílias unidas são uma minoria.; Mas então porque não montar uma banca em cada centro comercial com uma campanha de esclarecimento dedicada ao tema: Abra o coração mas feche a carteira: a sua família e amigos precisam é de Amor...e esse é de graça!

Quando foi a última vez que dissemos à nossa mãe, ou pai , ou irmãos, no meio de um abraço dado pelo coração, “estou muito feliz por seres quem és e por partilhares a minha vida.”? E será que temos coragem de dizer aos nossos amigos “obrigado por estares presente em todos momentos deste caminho, por me sorrires quando estou feliz, por me apertares a mão quanto a tristeza me ofusca o olhar, pelas palavras duras de cada vez que perco o norte.”? Com certeza que as palavras se escapam da nossa boca menos vezes do que aquelas em que sentimos as emoções que as despertam! Este é o grande desafio: em vez de embrulharmos livros e bombons, gravatas e Cd’s, em papeis com pinheirinhos e flocos de neve, vamos embrulhar a dedicação e amizade, a alegria, a gratidão, enfim, o amor incondicional que sentimos por essas pessoas que nos fazem viver em vez de sobreviver, e embrulhar com os nossos braços decorados com o coração e com um bonito laço de sorriso. Este é o presente que espero que todos vocês encontrem debaixo do pinheiro esta noite!

O meu presente deixo vos aqui hoje. Mesmo sem braços para o embrulhar, ofereço vos a alegria imensa e a gratidão de vos poder chamar de amigos. Nos vossos sorrisos encontro o conforto de poder partilhar o que sou e de receber nos meus braços abertos os pedaços de alma que generosamente oferecem. É a amizade que cresce por vós a cada dia que me faz perceber que, afinal, vale a pena acordar cada manhã e lutar mais um pouco neste mundo de loucos. Porque, contra todas as probabilidades, ainda é possível ter amigos de verdade!

Feliz Natal Clube dos Pinguins!

3 comentários:

Jorge Carvalho disse...

Sábias estas palavras que tenho o prazer de subscrever!
Que neste Natal o vosso Deus seja vida e amor!

Rui Vieira disse...

Obrigado pelo presente! E espero que não o possa abrir apenas amanhã, mas todos os dias.
Feliz Natal para ti também :)

GRaNel disse...

É bom ter amigos como nós te temos a ti.

Beijinho