quarta-feira, 5 de julho de 2006

Até os comemos!


«Quem te sagrou criou-te português.
Do mar e nós em ti nos deu sinal.
Cumpriu-se o Mar, e o Império se desfez.
Senhor, falta cumprir-se Portugal!»

Fernando Pessoa, in «A Mensagem», Segunda parte/ Mar Português; Possessio Maris; I. O Infante

6 comentários:

Vitor Elyseu disse...

o nosso Eusébio disse quando questionado acerca do sofrimento durante os quartos de final contra os ingleses que nada lhe importava e que até poderia morrer ali na bancada ou no meio do campo desde que Portugal ganhasse,isto é ser português e de que natureza!Africana concerteza!Viva Portugal e todo o mundo português!

Rui Vieira disse...

A minha nação é a lingua portuguesa. E hoje temos também outro denominador comum, a selecção portuguesa.todo o mundo lusófono hoje estará de olhos postos na equipa das quinas.
P.S. A complementar o post do Jorge trouxe a música de Herman José, "Bamos lá Camabada" com letra de Carlos Paião. Esperemos poder mantê-la até Domingo!

rodrigues76 disse...

Repescando o Vieira...
"A minha pátria é a minha lingua!"

Hoje todos somos Sebastianistas, hoje todos acreditamos no 5º Império, hoje todos nós somos Fernando Pessoa, hoje somos portugueses...

Hoje acreditamos em nós próprios, a minha esperança é que amanhã (e na segunda) continuemos assim...

GRaNel disse...

Tou com azia... o champagne fez-me mal...

rodrigues76 disse...

Hoje todos somos Sebastianistas,
hoje todos acreditamos no 5º Império,
hoje todos nós somos Fernando Pessoa,
porque hoje continuamos a ser portugueses...

"Senhor, falta cumprir-se Portugal!"

PS - perdoem-me a repetição um dia depois...

Jorge Carvalho disse...

Obviamente, estou com o Tó!