sábado, 4 de agosto de 2007

A tv está demasiado perto das crianças? Nãaaaa...

"Uma casa, dez concorrentes, 30 câmaras" era a frase promocional do Big Brother. Bora lá substituir isto para "40 crianças. 40 dias. Sem adultos. Sem professores". Pois é. Esta é, nada mais nada menos, que a frase que serve de mote para um novo reality-show que a CBS americana está a produzir. O programa estreia dia 19 de Setembro, somente nos EUA, pelo menos para já, mas a sua forma/objectivo/existência está a ser questionada um pouco por todo o mundo. Críticos televisivos, pediatras e educadores estão em pânico. E não será para menos. Senão vejamos.
De acordo com uma reportagem publicada hoje no P2, o concurso em causa passa por colocar um grupo de crianças isoladas numa ilha, que tentam construir a sua própria sociedade. No caso do programa que vai para o ar já no próximo mês, 'os crianços' foram largados numa cidade mineira abandonada, Bonanza City, e têm como tarefa agir em comunidade e realizar todas as tarefas do quotidiano - cozinhar, carregar água do poço, lavar latrinas, tomar decisões nas reuniões comunitárias. A finalidade do programa, e de acordo com o mesm artigo, não passa por descobrir qual o melhor miúdo nem expulsar algumas crianças por episódio, mas sim perceber se eles, pequenos protagonistas, podem criar um mundo novo, melhor do que o dos adultos.
Kid Nation é o nome desta 'coisa' que será exibido entre 19 de Setembro e Janeiro de 2008 no horário das 20h, foi filmado entre Março e Abril, em pleno período de aulas, e abrangeu 40 miúdos de idade compreendidas entre os 8 e os 15 anos. De destacar que isto é legalmente possível, e friso, de acordo com o P2, devido à existência de um vazio legal na lei estadual do Novo México, que permitiu que os pequenos protagonistas participassem num programa que os ocupou 14 horas diárias ao longo de 40 dias, sem violar as leis de trabalho infantil que vigoram noutros estados dos EUA. Cada criança, adianta o Chicago Sun recebia uma espécie de mesada de cinco mil doláres (3,6 mil euros). Cada semana, os miúdos escolheram um deles para receber, como prémio, uma estrela de ouro maciço no valor de 20 mil dólares (14,5 mil euros).
Há coisas fantásticas não há?

3 comentários:

GRaNel disse...

Foda-se...

jorge c. disse...

Palhaçada!

Aguia disse...

Tenho saudades da trash tv de à 6 anos atrás...