domingo, 1 de junho de 2008

"Solta a morte Miséria!..."


Miséria do Teatro de Marionetas do Porto


Espectáculo baseado num conto popular.Miséria, um pobre ferreiro, engana a Morte e é assim condenado à eternidade.“Falou então a Morte do alto da nogueira e fez com o velhinho um contrato: poupar-lhe a vida enquanto o mundo fosse mundo.O velhinho consentiu e a Morte desceu. Por isso, enquanto o mundo for mundo a Miséria existirá sobre a Terra.”
(conto popular)


“O que há de espantoso neste espectáculo é o jogo entre o que pertence às marionetas e o que pertence ao actor em carne e osso, ao mesmo tempo manipulador e intérprete...
A perfeição das coisas, diria Cesário Verde. Não há muito a dizer de um espectáculo como este. Obra-prima do teatro de marionetas, obra-prima do teatro, simplesmente.”
(Carlos Porto, Jornal de Letras)
Vem atrasado, pelo menos já não serve de convite a ver... Mas porque é uma paixão, um grande espectáculo e acima de tudo uma grande história de dois contadores natos, João Paulo Seara Cardoso e Álvaro Magalhães...
Quem não quiser perder mais pode procurar a programação do TMP e ver as proximas...

2 comentários:

jorge c. disse...

Ui! Primeiro vou recuperar do choque!
Depois, vou começar a cobrar pela publicidade!
AHHAHAHAHAHAH!

É boca sim, senhor!

Rui Spranger disse...

Este é um dos espectáculos da minha vida! Fui ver na quinta-feira pela décima vez. Nunca revi um espectáculo tantas vezes e sempre que houver reposicoes, lá estarei novamente!